segunda-feira, dezembro 03, 2001

Da minha janela
cotidio o dia.
E vou cotidiano histórias,
cotidiano amores,
cotidiano estrelas.
(Cotidiar é um verbo novo. Caso queira, substitua por "costurar sem agulhas", ou "descortinar sem cortinas".)
Cantada para um bem-te-vi

Meu coração,
não sei por quê,
bate feliz,
quando te vê.
E os meus olhos ficam sorrindo
e pelas ruas vou te seguindo
mas, mesmo assim,
foges de mim.

Experimente seguir um bem-te-vi, com os olhos.
Experimente fazer isso ao som de Pixinguinha (Pi-pi-pi, Pi-pi-pi, Pi-pi-pi).
Experimente, numa tarde de sol radiante.

(Isso é correr atrás da inspiração.)